Archive for the ‘mestres’ Category

#viradacultural

28Apr08

luiz melodia cantando o “pérola negra” foi um das coisas mais bonitas que eu já vi na vida. emoção atrás de emoção. sabe quando você fica arrepiada, cheia de lágrimas nos olhos? pois então. foi bem isso. aí depois teve gal. e ela só cantou hits, o que eu acho mais que apropriado, sabe? nada de […]


eu tentava acreditar em deus quando estudava em um colégio católico. cheguei até ver as alpercatas de jesus quando estava na segunda série. eu me esforçava, tentava, mas não sentia o que todos os meus coleguinhas diziam sentir: a fé. aquela elevação de espírito que transformava até o mais escabroso problema em uma simples provação. […]


fup

05Apr08

algumas coisas não é possível explicar, talvez até a maioria das coisas. é interessante pensar nelas e fazer alguma especulação, mas o principal é que se tem que aceitar as coisas tal como são, e seguir em frente com aquilo que se entende. jim dodge, em “fup”


eu amo “common people”, eu amo o pulp, jarvis cocker é um dos gênios da minha vida! e eu quase morri ao ver a música em versão quadrinhos!!!! via goma de mascar


bolachão

22Feb08

trabalhos de alex steinwess, tido como inventor das capas de discos. a dica é de didini, senhora pessoa de sant´anna.


drella

26Dec07

uow! sabe o songs for drella, disco que lou reed e john cale fizeram pra homenagear andy warhol depois que o “dracula + cinderella” morreu? virou vídeo também! beleza que foi na época do lançamento, em 1990, mas só agora eu tô vendo, graças a matias! o disco é foda, um grande tributo ao cara que […]


29Nov07

Segunda leitura: o protagonista descobre que a mulher ao seu lado é a própria ilha desconhecida que ele procurava e que a verdadeira viagem é o encontro com um outro amado. Faz todo sentido, pois o amor e a viagem, em princípio, têm isto em comum: ambos nos fazem descobrir em nós algo que não […]


porra, contardo

22Nov07

Problema: em geral, o modelo do amor graças ao qual seríamos “alguém” (que sempre significa “alguém muito especial”) é o momento em que, pendurados ao peito materno, ou melhor, com a mãe pendurada aos nossos lábios, estaríamos ao centro de um mundo controlado por nós: basta chamar, chorar etc. para que ela apareça e nos […]


vampiresa

20Nov07

escúchame, un momento o dos, y confesaré, a vosotros, no puedo evitar mirando las mujeres siniestras, tengo que reconocer, voy a notar la vampiresa mujer. no es la máscara, ni la falda ajustada, sino el temor causada por su fría mirada. vampiresada, vampiresa mujer, vampiresada, vampiresa mujer. vampiresada, vampiresa mujer, estoy impresionada cuando se ven […]