entrevista: cecilia giannetti (casino)

18Jul08

e daí passei a semana escutando todas as faixas do casino. quando foi hoje, mandei umas perguntas pra cissa, que deu as melhores respostas. e sabe o que eu queria mesmo? que ela gravasse umas músicas novas e mostrasse pra gente…  =)

* quando tu começou a cantar?

eu sempre cantei, desde pequena, e escrevia também. tanto letras de músicas, que não tinha como tocar porque não tinha instrumentos, até livros. fazia capa pra estes, grampeava. todo um showbusiness infantil sem público.

quando consegui ganhar meu primeiro violão, entrei pra aula e não gostei. o que toquei no casino inventei tudo, assim como o christiano menezes fazia na guitarra e no teclado. tanto que hoje esquecemos como se toca. eu não sei mais tocar nenhuma música. não pego num violão desde que comecei a escrever a sério.

* e como foi que surgiu o 4track? e como foi a experiência com a banda, passando pela transformação em casino e tudo mais?

surgiu entre mim e um amigo de infância, o menezes, já citado. ele hoje também não tem tempo pra música. fez a capa e as ilustrações pro meu livro. faz coisas pra programas de tv. todo mundo teve que ir trabalhar. é isso.

4track e casino eram quase a mesma coisa, casino talvez um pouco mais bem ensaiado às vezes.

* e, uow!, vocês abriram pra minha musa cat power. como foi?

num suportava aquela mulher. minha mãe roncou na primeira fila do show dela, eu fiquei lá do lado de fora. cat power não é minha praia.

nosso show, dizem, foi o melhor que já fizemos. eu não sei porque estava fora do meu corpo.

* teu cérebro tem ou tinha um lado pra escrever música e outro pra escrever literatura? ou tu vê tudo como uma coisa só?

escrevia música quando era corna. agora que sou coisa mais grave que isso na cadeia alimentar-coronária, escrevo romance, novela, roteiro, conto.

* quem são tuas divas e gênios musicais da vida?

eu não ouvia muita mulher pra não estragar meu “paladar”. só gostava de imitar homem cantando. tentva imitar, quando tava aprendendo sozinha a cantar, todas as vozes dos Beatles – conseguia alcançar algumas imitações bem idênticas de Paul e até do Ringo na adolescência (não é uma coisa atraente pruma adolescente fazer).

claro que adoro as cantoras de jazz, as icônicas, principais. mas fico com os beatles até hoje. e com elliott smith. uns poucos e bons.

* tu vai voltar a cantar logo, logo?

cantar é fácil. junta um dj e canto em cima. difícil é tempo. cada brincadeira dessas escrevendo se passa fácil dois anos na frente do computador. imagina se há hora pra ensaio?

valeu pela entrevista. que coisa estranha. volta e meia umas músicas do casino voltam a circular… na época que a banda existia, uns desses produtores chamados fodões ouviram e disseram ‘nhe’. acho que faltava laquê em nóis.



2 Responses to “entrevista: cecilia giannetti (casino)”

  1. Massa, soh faltou perguntar da Hey Ladies 😛

  2. 2 Hannah

    A Cecilia é uma musa, até hoje me arrepio de escutar o EP do Casino
    sabe essa foi uma das primeiras coisas que catei qdo me separei, o Casino é meu e ninguém tasca.
    Afinal a gente precisa ter certeza de que tudo que nos é caro, estará ali, naquela hora certa q vamos precisar.
    adoro Casino


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: