folk this town

14Dec07

Domingo é dia de estréia da Folk This Town, festinha pra quem, como eu, quer ouvir boa música _de preferência, sentado. Gonzo é um dos envolvidos no projeto. Aproveitei pra fazer uma entrevistazinha com ele. Vejam aí e apareçam no domingo, vai ser foda!

– Como surgiu a idéia pro Folk This Town?
– Um dia eu recebi um e-mail falando de uma festa temática, acho que era sobre anos 90. Pô, o revival dos anos 80 nem esfriou e a galera já está se jogando na década de 90? Aí eu fiquei pensando como tem festa pra tudo em São Paulo, que eu poderia pegar uma semana qualquer e achar uma festa que fosse exatamente do jeito que eu queria ir. O que não é verdade, “pô, São Paulo, a maior cidade da América do Sul (uia!), não tem uma festa folk”. Aí eu coloquei no meu MSN e no Gchat, uma mensagem escrita “simbora montar uma balada de folk em são paulo?” – e choveram amigos topando a idéia.

– Qual é a proposta da náitchi?
– O nome “folk” é uma idéia genérica de um tipo de som mais calmo, que pode ser tanto Woody Guthrie quanto Cat Power, Smog ou Big Star – algo que não cabe em nenhum tipo de pista de dança, mas ainda assim é orgânico. Por isso que o projeto acontece no Santa Augusta Bar, um lugar com uma estrutura muito bacana, com mesinhas e cadeiras. A Folk This Town não é uma festa pro requebro, pro molejo ou pra bater cabelo – a não ser que Nick Drake te empolgue a esse ponto…

– Quais são os critérios para a escolha de quem vai tocar?
Acho que o primeiro ponto é: sem bateria. A não ser que o instrumentista seja muito habilidoso e saiba levar as coisas na manha, bateria costuma deixar tudo mais barulhento. Mas, a partir disso, rola muita coisa: pode ser cover de Johnny Cash, releitura caipira de indie rock e nomes consagrados como Blue Afternoon (curtiu, Gui?). Acho que os dois artistas que fazem a estréia da festa são um bom exemplo: o Edson, com seu som minimalista de um lado, e a Lulina, com uma proposta diferente da banda “oficial” dela, fazendo um álbum na íntegra.

– Que público vocês querem atingir?
Ah, a gente não quer atingir ninguém, vai que machuca… (Tá, não resisiti a oportunidade de fazer um piada TOTALMENTE sem graça). Nós queremos atingir um público que já existe, mas que não tem esse espaço – todas as pessoas que gostam de voz, violão, melodias delicadas, sons tranquilos e orgânicos. Eu adoro pista, adoro música pra dançar, adoro show pesado e barulhento, mas também curto ficar ouvindo um bom dedilhado – a idéia é que eu não sou o único, que existe mais gente procurando isso, e que a partir de agora esse espaço vai existir, num domingo, depois do almoço na casa da mãe, com todo o sossego do mundo.

Folk This Town
Santa Augusta Bar
Rua Augusta, 976
Dia 16/12 (domingo)
A partir das 18h
Entrada: R$ 7,00 com nome na lista
Bônus Folk: consumindo R$ 12,00 ou mais, a entrada fica isenta.
Lista: folkthistown@gmail.com
Shows de Edson (http://www.myspace.com/edsonblossoms) e Lulina e convidados (http://tramavirtual.uol.com.br/lulina)



2 Responses to “folk this town”

  1. Eu vou!! Estou com muitas expectativas quando a esse evento!

  2. 2 daniarrais

    gostou? =)


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: