Archive for the ‘djênio’ Category

família bowie

02Mar10

como zowie bowie, filho de david e angie, cresceu como uma pessoa normal? com pais adeptos do sexo, drogas e rock’n’roll em doses cavalares, o menino foi criado por uma babá, foi completando aniversários em meio a famosos como mick jagger e hoje é um respeitado diretor de cinema. o daily mail conta a história: […]


encontro

02Mar10

para quem adorava “my so-called life”, angela chase e jordan catalano 15 anos depois, na ny mag


david jones é nada mais nada menos que david bowie. aí acima, ele responde a carta de sua primeira fã norte-americana. uma fofura armazenada no letters of note quem me mostrou foi o tomaz


party hard

01Feb10

amei essa foto! achei na galeria de francesco ercolini


trio WTF

01Feb10

\ o que acontece se você mistura o ator tom selleck, uma cachoeira e um sanduíche? você cria mais um blog nonsense nesta internet de meus deus! vejam quanta bizarrice: http://selleckwaterfallsandwich.tumblr.com/ via @frufru


sonic love

01Feb10

kim e thurston, lindos desde sempre. vai aí uma musiquinha que eu adoro! * a foto é de f.trainer


rip salinger

01Feb10

eu li “o apanhador no campo de centeio” no fim da adolescência, com toda aquela pressão que a gente sente quando começa a ler um livro de que todo mundo fala maravilhosamente bem. gostei muito do livro, mas precisei ler “franny e zooey” para entender a genialidade de salinger. “um dia perfeito para os peixes-banana”, […]


passarinho

29Jan10

tem coisas que soam familiares na primeira vez que você que as encontra. tipo brown bird, essa banda americana que faz folk e country e tem à frente david lamb, dono de uma voz perfeita pra embalar uma madrugada nem quente nem fria. beleza pura! ouçam: http://www.myspace.com/brownbird


são paulo, 456

25Jan10

hoje são paulo faz 456 anos. são paulo, a cidade com milhões de defeitos que todo mundo conhece e reconhece diariamente no jornal. a cidade com milhões de habitantes em busca de milhões de coisas diferentes, sendo grande fatia dessas coisas um emprego bom, que pague as contas e faça cada um crescer profissionalmente. são […]


silêncio

19Jan10

Não era desconfiança nem falta de companheirismo nem vontade de esconder. Era simplesmente instalar-se na convicção ou na superstição de que não existe o que não se diz. E é verdade que somente o que não se diz nem se exprime é o que nunca traduzimos. Javier Marías, em “Coração tão branco”



Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 70 other followers