o grito congelado

30Nov09

um dia tainá azevedo pensou “por que a fotografia não grita?”. e daí surgiu um projeto super interessante:

A intervenção urbana fotográfica “Por que a fotografia não grita?” é composta por fotografias em preto e branco em alto contraste que retratam gritos congelados de diversas pessoas que moram ou transitam pelas grandes cidades. Dispostas por meio de cartazes lambe-lambe nas grandes avenidas e lugares movimentados ou ruidosos – como canteiros de obra, construções ou estações centrais de metrô e ônibus – as imagens têm o intuito de representar o grito da própria cidade para seus habitantes e passantes.

O desejo de escuta é representado através do grito mudo dessas pessoas, que pode ser ouvido através somente de imagens nas paredes. O trabalho é uma tentativa de extravasar os limites do meio fotográfico, transportando sons através de imagens para lugares públicos.

vejam mais: http://www.fresta.art.br/grita/



3 Responses to “o grito congelado”

  1. 1 Laura

    a Marcela T. fez a mesma pergunta em relação à pintura:
    http://www.muvi.advant.com.br/artistas/m/marcela_tiboni/marcela_tiboni.htm

  2. adorei ! ótimo !


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 70 other followers

%d bloggers like this: